Skip to content
Início seta Notícias seta Centro Hospitalar de Coimbra lança programa de reabilitação respiratória
Centro Hospitalar de Coimbra lança programa de reabilitação respiratória Imprimir e-mail
13-Jul-2010
O Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar de Coimbra, EPE (CHC) está a dinamizar um programa de vanguarda de reabilitação respiratória que permite a doentes com cansaço grave regressar à vida activa.

"Este programa destina-se a doentes que, apesar de bem medicados, apresentam cansaço grave que os impede de realizar actividades da vida diária tão simples como comer ou fazer a higiene diária", explica o médico pneumologista do CHC, Joaquim Moita.

O projecto arrancou no dia 1 de Março e o primeiro grupo de doentes já terminou o tratamento. "Os resultados ultrapassaram todas as expectativas. Doentes previamente confinados a casa, de onde apenas saíam para consultas ou hospitalizações, retomaram progressivamente a sua participação na vida social e profissional", acrescenta o especialista.

Ou seja, a reabilitação respiratória traz benefícios aos doentes, mas também permite reduzir os gastos do hospital com internamentos.

O serviço destina-se aos doentes acompanhados no Hospital Geral Colónia Portuguesa do Brasil - Hospital dos Covões ou a doentes devidamente referenciados pelo respectivo médico de família. Preferencialmente dirigido a doentes entre os 60 e os 65 anos, o tratamento prolonga-se por dez semanas, em sessões bissemanais de duas horas.

A grande maioria dos potenciais candidatos ao programa de reabilitação respiratória sofre de doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), mas também pode ser uma opção para pessoas com asma crónica, fibrose pulmonar, bronquiectasias ou sequelas de tuberculose pulmonar.

O projecto representa um investimento de cerca de 150 mil euros em equipamento, financiado pela investigação clínica realizada pelo Serviço de Pneumologia. Em Outubro, a unidade deverá estar capacitada para tratar 18 doentes em simultâneo.

A reabilitação respiratória é um tratamento altamente eficaz nas doenças pulmonares crónicas. Tem por base o treino muscular progressivo dos membros inferiores, dos membros superiores e dos músculos respiratórios. Além disso, o doente é avaliado e acompanhado por nutricionistas e psicólogos e educado por profissionais de saúde para o auto-controlo da doença.

Fonte: Portal da Saúde.