Skip to content
Início seta Notícias seta Exercício físico faz mesmo muito bem ao coração
Exercício físico faz mesmo muito bem ao coração Imprimir e-mail
01-Mar-2009
A reabilitação cardíaca é subutilizada em Portugal e o exercício físico reduz risco de morte por insuficiência cardíaca, concluem dois estudos, divulgados pela Sociedade Portuguesa de Cardiologia.

 

 



Segundo o estudo HF-ACTION (que analisou os efeitos do exercício físico na morbilidade e mortalidade em pacientes com insuficiência cardíaca), pedalar cerca de meia hora numa bicicleta estacionária ou caminhar numa passadeira na maioria dos dias da semana é o suficiente para reduzir o risco de hospitalização ou morte por insuficiência cardíaca.

O estudo HF-ACTION envolveu 2331 doentes, com uma média de idade de 59 anos, de 82 localidades dos Estados Unidos, França e Canadá, que foram seguidos durante dois anos em meio. De acordo com os investigadores, os participantes que estavam no grupo do exercício físico reduziram em 15% o risco de morte e hospitalização por complicações da insuficiência cardíaca. Resultados que, para os cientistas, respondem definitivamente a uma questão antiga: "Vamos pedir aos nossos doentes para fazer exercício. Agora sabemos que a resposta é sim".

Já um estudo do Grupo de Estudos de Fisiopatologia de Esforço e Reabilitação Cardíaca (GEFERC) da Sociedade Portuguesa de Cardiologia conclui que a reabilitação cardíaca é subutilizada em Portugal, onde há poucos centros que prestam esses serviços.

O documento indica que, entre 1998 e 2007, foram 5.588 os doentes que fizeram um programa de reabilitação em Portugal. "É um número muito reduzido", aponta Ana Abreu, coordenadora do GEFERC e cardiologista no Hospital de Santa Marta, em Lisboa.

O estudo indica ainda que 18% dos doentes fizeram cirurgia de "bypass", 10% realizaram angioplastias coronárias e 12% apresentavam vários diagnósticos, entre os quais insuficiência cardíaca.


Fonte: Jornal de Notícias - 2009/02/28